terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

A oração, sem caridade...

Perguntaram a Mahatma Gandhi quais são os fatores que destroem os seres humanos. Ele respondeu: "A política, sem princípios; o prazer, sem compromisso; a riqueza, sem trabalho; a sabedoria, sem caráter; os negócios, sem moral; a ciência, sem humanidade; a oração, sem caridade..."
A última me chama bastante atenção porque é fácil de aplicar ao nosso dia a dia, não é? De que adianta nos declararmos pessoas de fé, rezarmos, irmos à missa (ao culto ou o que quer que seja), se quando temos a chance de fazer uma pequena boa ação não fazemos? Tem coisas que são tão fáceis que nem parecem caridade, mas tudo que tira nosso foco do "eu" e coloca no próximo é uma forma de caridade. 
Então eu resolvi fazer uma listinha muito básica de algumas dessas coisas:
- Sorrir e dizer bom dia ao entrar em algum lugar; 
- Ligar para os seus avós de vez em quando se eles moram longe;
- Ouvir as pessoas sem ficar julgando e criticando;
- Se oferecer para ajudar os velhinhos a atravessarem a rua, carregarem pacotes, subirem a escada...
- Deixar as pessoas sairem do elvador antes de entrar;
- Falar obrigada e por favor;
- Visitar pessoas doentes (amigos, vizinhos)... às vezes 5 minutos e um bolinho comprado na padaria fazem milagres! Se for feito em casa, ainda... rsrsrsrs
- Perguntar como anda a família;
- Não ficar só falando de você nas conversas...
É até ridícula de tão básica essa minha listinha, mas por incrível que pareça percebo que na correria do dia a dia as pessoas vêm se esquecendo dela... Quando mudei de Piracicaba para São Paulo, uma das coisas que mais senti falta foi andar em qualquer lugar e poder sorrir para as pessoas. Parece que aqui isso é estranho! Uma vez cheguei a ouvir que estar sempre sorrindo era um mau sinal. Desde quando? 


16 comentários:

  1. Por incrivel que parece eu tambem ja ouvi isso Helo, de que estar sempre sorrindo é mal sinal, as pessoas pensam isso ... pensam aquilo, fazem interpretações (não bondosas sobre a gente)isso é muito ruim.... e queria poder reforçar na listinha, que um olhar amoroso e com ternura também é um tipo de caridade né? beijo
    Andréa Wartha.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Incrível, né? Não pode ser sinal de felicidade, não? Rsrsrsr...
      Olhar amoroso sim! Entra para a lista! Hehehe
      Beijoss

      Excluir
  2. Oi Helô, agora ja tenho minha reflexâo do dia e ... juro que vou me esforçar para por em pratica coisas da sua "listinha". Penso muito nisso mas acabo deixando de fazer pela pp correria do dia a dia mas, no final do dia, sinto um vaziozinho pela falta de pelo menos uma BOA AÇÃO DO DIA.Obrigada pela força e exemplo que voce tem sido.Bjo

    ResponderExcluir
  3. Gami,

    Pra não perder o costume de deixar meu comentário semanal - apesar da leitura diária.

    Passei pelo mesmo! Aqui as pessoas as vezes não sorriem e nem entendem um bom dia. mas o importante é o que você carrega no coração!

    Beijo,

    Katty

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não é??? Que bom saber que eu não sou a única kkkk!!!!
      Beijosss

      Excluir
  4. Querida Helô!

    Essa parte de sorrir para tudo e para todos é realmente complicado! Mas não to nem aí! Já me meti em cada furada por estar o tempo todo de sorrisão aberto no rosto...

    Pior é lá fora, por exemplo em Londres, que escutei: "Aqui seu sorriso não cativa ninguém!" Parei e pensei: Então é por isso que eles colocam cartazes com campanhas "Give us a smile..." e são todos muito frios... Mas lá ninguém coloca em prática, o que não fica muito destoante de São Paulo.

    O jeito é continuar a fazer a caridade que te faz bem e como digo: "Grandiosa não precisa ser uma ação aos olhos da humanidade... Grandioso é carregar um sorriso no rosto, ter educação, respeito ao próximo, batalhar todos os dias e tocar o coração de cada ser que aparece a sua frente."

    Namastê

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade, como sempre vc fala sábias palavras Andrézito! Grandioso é o pequeno que vira corriqueiro!
      Bjss, Namastê

      Excluir
  5. Helô,
    Realmente é muito verdade isso. Não precisamos ter rios de dinheiro para fazermos algo de bom. Um simples gesto de ternura e carinho e sermos um pouco mais humanos, faz tão bem!!!!
    Amei!!!!
    Muitos bjos,
    Cris Tebaldi

    ResponderExcluir
  6. Amei, Helô!
    Transformou aquilo que já era bom, em extraordinário! Uma listinha básica de caridade é simplesmente inspirador e didático, o próprio Ghandi teria seguido!
    Tb não economizo nos sorrisos por onde passo!!!
    Beijos,
    Adri

    ResponderExcluir
  7. Acho que abraçar também entra para a lista. As vezes um abraço ajuda tanto e e algo tão simples!
    Sempre leio seu blog, trabalho na sanofi e conheço o Marcelo de lá. Parabéns por vc ser e levar a vida de uma forma tão maravilhosa. Bjs

    ResponderExcluir
  8. Linda, sou mãe da Dayane que trabalhou com o Marcelo e conheço o Marcelo enfim já me apresentei não é minha fofa te acompanho a algum tempo.Parabéns pra vc pela guerreira que é.Bjs

    ResponderExcluir