sábado, 25 de fevereiro de 2012

Enfim, o diagnóstico!

Eu disse que terminaria na quinta, mas... hoje eu termino! Vocês viram, era impossível contar num post só como eu descobri o linfoma, né? Bom, continuando...
Depois da biópsia a céu aberto eu passei muito mal por uns dias. Muito enjôo por causa dos remédios ou por causa da anestesia geral, fraqueza, dor... afinal, abriram um pedaço do meu pulmão! 
O dia 20 de dezembro foi o dia "D".  Estava com a minha mãe e o Marcelo no quarto. De repente, o Marcelo sai para atender o telefone. Alguns minutos depois, minha mãe também sai do quarto. Eu achei estranho, eles nunca me deixavam sozinha. Depois eles me contaram que eram os médicos contando a "novidade" para eles antes de contar para mim.. Passados mais uns minutos, entra o infectologista e me fala o seguinte: "Helô, preciso conversar com você. Não é coisa boa, mas depois você vai ver que não é tão ruim assim." Nessa hora, entram minha mãe, o Marcelo e... o oncologista! De novo ele? Eu falei: "Você era a última pessoa que eu queria ver agora...".  E eles começam a me explicar: "Infelizmente era mesmo um linfoma. A boa notícia é que a gente vai tratar e você vai ficar boa. Mas vai ser um período chato... Vamos fazer quimioterapia de 3 em 3 semanas, de 6 a 8 sessões, blá, blá blá, blá..., o cabelo vai cair...". E nessa hora eu comecei a chorar. Como já contei para vocês, eu tinha achado que estava livre de tudo isso, até festinha no hospital a gente fez para comemorar que não era câncer!... Estava dando ainda mais valor ao meu cabelo porque não ia perdê-lo e agora... não ia ter jeito! O Marcelo contou (eu não lembrava disso) que quando eu comecei a chorar eu falei: "Desculpa, é que eu achei que estava livre disso!" E ainda pedi desculpa? Ai, ai... 
Não lembro de muita coisa mais nesse dia... Lembro de uma hora que o oncologista ficou falando e falando do tratamento e, quase saindo do quarto, ele perguntou: "Tudo bem?". E eu: "Tá, né?". Ele respondeu: "Nossa, mas se já está nesse desânimo antes de começar o tratamento!". Aí eu, "brava": "Antes de começar, não! Eu já estou sendo tratada há mais de 2 meses!!!". Ele adorou, falou que era isso que ele estava querendo, uma reação! E os médicos ficaram me perguntando se eu queria uma psicóloga, um acompanhamento... e eu dizia que não. Minha mãe é psicóloga, oras! Rsrsrs... Eu acho que esse apoio é fundamental, mas até agora não senti necessidade. Graças a Deus, como vocês vêem, estou levando "numa boa", na medida do possível, né?
Lembro também que meus irmãos chegaram logo em seguida e ficaram lá até bem tarde, todo mundo meio arrasado. Meu pai veio no dia seguinte. Ah! E com certeza lembro da parte que o oncologista falou que minha imunidade ia ficar muito baixa e que teria que evitar lugares com muita gente e não poderia dar beijos, abraços e apertos de mão em ninguém, a não ser meus pais, irmãos e marido. Fiquei meio chocada nessa hora, porque isso é muito ruim! Ele disse que não poderia passar o Natal na casa da minha tia, como o programado, pois era muita gente. Eu fiquei bem chateada. E completou: "Sabe essa balada que fica aqui no seu quarto? Acabou, tá proibido!". A "balada" eram as visitas todas que eu recebia... muita gente! Que bom, quer dizer que muita gente gosta de mim hehehe... e é muito importante ter esse apoio nessas horas. A partir desse dia, os parentes iam no hospital dar apoio, mas ficavam lá fora. 
Eu não poderia comer nada cru fora de casa por todo o período do tratamento, nada cru nem em casa do décimo ao décimo quinto dia depois de cada quimio (é quando a imunidade fica mais baixa), teria que ficar longe de gente doente, gatos (menos o Marcelo kkk), pássaros e crianças (que ficam doentes facilmente, podendo passar para mim). Triste, mas é o que tem pra hoje, então sempre penso: "são só mais alguns meses". 
Na última consulta, quinta-feira antes da quimio, o médico disse que tudo está dando super certo até agora porque estou seguindo direitinho as recomendações. Então é bom continuar assim, né?  E, aqui, cabe aquela frase: "A gente nunca sabe o quanto é forte, até que ser forte é a única opção que temos." ;-)


21 comentários:

  1. Helo, você sabe que venho aqui só de fds, e leio tudo atrasado né? rsrs
    Eu fiz a grande besteira de ler de trás para frente, e agora a historia tá toda embananada na minha cabeça... kkkkk
    Mesmo assim adorei todos os post! São uma lição de vida para mim! :)
    bjaaooo!!! Ma Sordi

    ResponderExcluir
  2. Nossa Helo, que maratona até chegar ao diagnostico final hein? Deve ter sido um susto para ti e para tua família. Mas, saiba que tudo isso vai passar e tens contigo uma legião de fãs, todos estão torcendo por ti e fazendo um corrente de oração. És muito corajosa em contar abertamente o teu dia a dia e fazendo isso, já estas tratando a tua mente, para aprender a lidar melhor com tudo isso. No final tudo da certo! Um bom final de semana!
    Bjo,
    Paula Bomamigo

    ResponderExcluir
  3. AH!! Esqueci de falar!
    Minha irmã-irmã (agora eu chamo ela assim kkkk) acabou de me ligar dizendo pra eu entar no seu blog.
    Dai eu falei pra ela: To fazendo isso neste exato momento!!!
    Foi transmissão de pensamento hehehe
    bjssss Má Sordi

    ResponderExcluir
  4. Aos poucos ficamos sabendo das agruras do ano passado. Dá uma dorzinha no coração saber dos detalhes que vc vai contando.
    No entanto, as fotos que vc coloca no final dos posts mais tristes mostra que vc tem um bom humor digno de inveja!!! A foto está ótima, mostra o quanto vc é forte!!! rsrsrs
    Agora me diga, vc tbm toca violão? Ou, melhor, de quem são os violões que aparecem na foto?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Kkkk, os violões são do meu irmão mais novo!
      Beijossss

      Excluir
  5. Publiquei sua ultima frase deste posto no meu Face e coloquei o endereço do blog para meus amigos. Achei a frase tocante e necessária a muitos ouvidos!
    Heloísa, o que é bom passa mas o que é ruim passa também, tua noite não durará para sempre logo, a tempestade vai passar!!
    Angela Jantsch
    PS passo todos os dias por aqui para ver como você está.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essa frase é demais, né? Não sei quem é o autor, mas é incrível.
      Obrigada!!!
      Beijosss

      Excluir
  6. Helô do céu!! to viciada em captar a sua energia todos os dias pelo blog e saber como está essa querida que eu não conheçode perto mas que tenho tido a oportunidade de participar desse momento de tamanho crescimento e vida!! vida sim!! pq tenho absoluta certeza de que vc tem vivido intensamente, amado intensamente e isso tem nos contagiado!! parabens pela sua força, continue assim, sempre confiante!! estamos com vc em oração e fé!! Fé é a certeza daquilo que não se vê mas que se espera confiantemente!! bjs no coração!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Rafa! Que delícia! Obrigada pelo carinho e pelas orações!!! E também por estar sempre por aqui acompanhando!!!!
      O Marcelo me mostrou sua filhinha no facebook, ela é lindaaaaaaaaaaaaaaa!!!!! Que fofa!!!! Parabéns heheeh!!!!
      Beijossss

      Excluir
  7. Fortaleza de mulher! Fico incredula a cada post, pq penso q tantos de nós nos abatemos por coisas tao banais no dia a dia! Ai vem vc, q nos ensina à ter um olhar tao mais maduro diante dos obstaculos...éres uma inspiraçao diaria Linda!!!!! Bjos Melissa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada!!! Mas é o que eu falo sempre: a gente nunca sabe o quanto é forte até que ser forte é nossa única opção, né? Às vezes a gente reclama mesmo de coisa boba, se irrita com coisa pequena... mas se tem um problema maior a gente encontra forças!
      Beijossss

      Excluir
  8. Helô (ó a intimidade...)
    Deus não escolhe os preparados, Ele prepara os escolhidos. Saiba que existe um propósito para tudo isso que você está vivendo. E sem dúvida você sairá disso ainda mais forte, mais linda, sabendo o quanto é amada, o quanto sua força inspirou outros e que realmente você foi escolhida pelo seu exemplo de alegria, de força, de serenidade. Um beijo enorme! Amanda de Londrina

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Amanda! Espero que sim rsrsrsr... Se o meu exemplo servir para inspirar alguém passando por situação parecida, já enxergo um propósito! Tomara...
      Bjss, obrigada

      Excluir
  9. Helo,
    eu sempre digo a mesma coisa.... a gente nao sabe o quanto e forte ate precisar da forca.
    nunca esperei ter tanta forca e quando recebi o diagnostico pensava nos meus pais, no meu namorado, em todos menos em mim....
    hoje vejo que esse periodo e de autodescobrimento e nos ajuda a nos conhecer melhor.

    beijooooos.
    thai

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai, eu tb... rsrsrsrsr.... é fogo, né? Mas logo, logo estaremos novinhas em folha!
      Beijossss Thai!!!!

      Excluir
  10. Poxa vida, foi uma odisséia ate o diagnostico certo..... Que bom que o tratamento esta dando certo e com certeza em breve não passará de uma lembrança.... Parabéns pelo blog, fiquei meio viciado nele rsrsrs, entro todos os dias e acho super legal a forma que vc escreve, é super leve e divertido (apesar de tudo), vc realmente é uma pessoa iluminada... Parabens e estamos na torcida pela sua pronta recuperação.
    Rafael (londrina)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Foi mesmo! Nem vejo a hora disso tudo não passar de lembrança!!!! Obrigada pela torcida!!!!
      Beijosss

      Excluir
  11. Helo,
    acabei de ler por acaso atraves do face de uma amiga seu blog; a partir de hoje estou orando pela sua recuperação mesmo sem te conhecer.
    Espero do fundo do meu coração que deus restaure sua saúde e renove sua vida, tenha fé e nunca desanime, vç é uma guerreira...

    ResponderExcluir